O surgimento das cartas de tarô envolve muitos mistérios e dúvidas, pois há indícios que apontam para o Egito Antigo e outros para a Índia, pelos ciganos que trouxeram para a Europa. As cartas sofreram influência de regiões gregas, indianas e filosofias árabes. Acredita-se que a palavra naipe tenha surgido graças à palavra flamenga knaep (palavra associada ao papel).

Alguns estudiosos acreditam que as cartas de tarô foram trazidas pelos ciganos para a Europa. Entretanto, outros afirmam que foram pessoas que voltaram da Terra Santa que foram responsáveis por trazer esse baralho. O tarô mais antigo fica na Biblioteca Nacional de Paris e era usado por Carlos VI. Atualmente, o tarô engloba 78 cartas, chamadas de arcanos e são divididas entre Arcanos Maiores e Arcanos Menores. Os menores possuem 56 cartas e são divididas em naipes e os maiores possuem 22 cartas.

Numerologia 

Essa ciência estuda a influência exercida pelos números na vida das pessoas. Indícios apontam a utilização feita pelos egípcios, gregos, árabes e romanos. O filósofo Pitágoras é considerado o Pai da Numerologia. Para os estudiosos dessa filosofia, cada número de 1 a 9 representa uma experiência na vida das pessoas.

Tipos de Leitura das Cartas

As leituras das cartas de tarô podem ser feitas por meio de perguntas ou de forma aberta. As leituras feitas através de perguntas devem ter questionamentos específicos. Permita-se ter mais opções no momento da pergunta, ou seja, não questione já tendo uma resposta pronta.

Além disso, detalhe de maneira precisa o que deseja saber, direcione para você, evite opiniões pessoais e pense de maneira positiva. Já as leituras abertas se referem a pontos mais amplos de sua vida como um casamento ou nascimento de um filho.

Antes de começar a leitura é ideal que a pessoa não tenha preconceitos e superstições em relação ao tarô. É importante que seja natural e com espírito livre de pensamentos impróprios. Para tirar as cartas de tarô ainda não existe uma forma específica e pode ser influenciada pelo objetivo daquele ato ou até pelas preferências da pessoa que está lendo.

Para quem começando a fazer as leituras, deve iniciar pelas mais simples. Uma dúvida que surge nas leituras é a utilização de todas as cartas ou apenas algumas. Costumam separar dois maços entre Arcanos Menores ou Maiores. O ideal é começar com os Arcanos Menores.

Tradições na Leitura

Toalha: Pode ser usada uma toalha específica para você abrir as cartas. Dê preferência para as cores escuras, pois elas destacam o baralho.

Embaralhar: As pessoas podem optar como a carta será embaralhada. Pode pedir para que o cliente faça isso ou deixar o baralho apenas para eles cortarem.

Corte: Costumam pedir para os clientes que dividam as cartas em dois ou três maços.

Sorteio das cartas: Algumas pessoas decidem escolher as cartas ou pedem para que os clientes o faça.

Cartas Invertidas: As pessoas acreditam que as cartas que são retiradas de cabeça pra baixo são negativas e, por isso, o embaralhamento deve ser feito de uma maneira que garanta que as posições se alternem.

Revelar as cartas sorteadas: A escolha das cartas é feita com os desenhos virados para baixo e na medida em que os desenhos são revelados, a pessoa faz suas análises.

Leitor: Quem lê as cartas procura virá-las em sua direção para que possa ler melhor as cartas de tarô.